5.0

Julio Kadetti

  • A importância do perdão

    Perdão

    Rancor é aquele ressentimento intenso provocado por um ultraje ou uma ofensa que ocorreu no passado, mas que a maioria de nós insiste em cultivar.

    Pesquisas recentes afirmam que o rancor é o responsável pela origem de alguns tipos de câncer e que a melhor maneira de se prevenir contra esses tumores é praticando o perdão.

  • A mentira nossa de cada dia

    Mentira

    Ninguém gosta de ser chamado de mentiroso, mas basta olhar em volta para perceber que a mentira se configura como importante elemento em nossos relacionamentos sociais.

    Segundo Robert Feldman, professor de psicologia da Universidade de Massachusetts, uma pessoa comum mente pelo três vezes no decorrer do dia. É claro que não se trata aqui apenas da mentira maliciosa e que visa ludibriar os incautos, mas de uma série de mentiras, entre elas, aquela que os psicólogos batizaram de mentiras cosméticas.

  • A Serpente de olhos verdes

    Serpente de olhos verdes

    A brilhante interpretação de Bruno Gagliasso na série DUPLA IDENTIDADE nos revela como o hábito de julgar pelas aparências facilita a ação de psicopatas e sociopatas, que usam o outro como um meio para atingir um fim.

    Na série escrita pela autora Glória Perez, a relação do personagem com as mulheres que tortura e mata assusta, mas necessário também prestar atenção na relação deste com o senador, um tipo vaidoso que, se julgando esperto e acima do bem e do mal, se torna presa fácil do psicopata.

  • Adeus também foi feito para se dizer

    Adeus foi feito pra se dizer

    Não por acaso a filosofia prega que o homem é a medida de todas as coisas; cada um de nós é fruto daquilo que viu, ouviu e viveu.

    Nascemos sem saber absolutamente nada. São as experiências cotidianas que irão nos ensinar a falar, ouvir, sentir. O processo de educação tem início assim que saímos do útero materno.  A partir daí tem início o longo processo de aprendizado; comer, beber, fazer a higiene, amar odiar, temer...

  • Amor é cristão... Sexo é pagão?

    Amor cristão Sexo pagão
    Clique para ampliar

    O clima bélico que tomou conta das últimas eleições trouxe à tona a homofobia que perpassa parte da sociedade brasileira. A questão do homossexual no Brasil está ligada, como não poderia deixar de ser, ao medo que o ser humano tem do diferente.

  • Cinquenta anos...

    50 Anos

    Uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços, mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza que não deixa possibilidades para admirar as partes isoladas.(Séneca – Filósofo romano do século 4 a. C.)

    Ok, você fez 50 anos, e agora?

    Se estivéssemos na década de 1960, quando a estimativa de vida era bem menor, eu diria que o melhor é você escolher um pijama bem confortável e ficar sentada na sala, vendo televisão, enquanto espera a morte.

  • Conheça a TI mesmo

    Conhece a ti mesmo

    Desde o início dos tempos quatro questões atormentam o homem: quem sou? Onde estou? De onde vim? Para onde vou? Ouso, e sem medo de errar, acrescentar a essas mais uma que tem atormentado os homens pós modernos; afinal, o que querem as mulheres?

  • E por falar em mulheres

    E por falar em mulheres

    Sobre Mulheres, Éguas e Vacas 

    Há pouco tempo um pseudo-comediante, desses que confundem falta de educação com talento para o humor, disse em rede nacional que “se mulher não tivesse xoxota os homem nem sequer perceberia a existência dela”. Bárbaro, chocante, grosseiro e triste, mas reflete uma cultura machista onde as mulheres continuam sendo vistas apenas como um objeto que existe para satisfazer ao homem.

  • Falta de Vergonha

    Vergonha

    Vergonha é o nome que se dá àquele sentimento que toma conta da gente quando cometemos um ato indecoroso que prejudica o Ser Humano e atenta contra a moral vigente.

    Vivemos em um mundo onde as pessoas perderam a vergonha.

  • Folia e Parafilia

    Folia e Parafilia

    Parafilia, a grosso modo, pode ser explicada como uma relação sexual onde o prazer não fica limitado às zonas que se convencionou chamar de erógenas e nem na cópula convencional. Uma relação que, envolta no erotismo, pode sim ser classificada como sexual, mesmo que não tenha nada a ver com a tal ideia romântica do “fazer amor”.

  • Homens que odeiam mulheres

    Misoginia

    Existem homens que odeiam mulheres.

    E não se trata de homossexuais.

    O homossexual masculino é um homem que não se sente sexualmente atraído pela fêmea, mas não se sentir atraído sexualmente é bem diferente de odiar. A grande maioria dos homossexuais masculinos adoram as mulheres.

    Quando falo em homem que odeia mulher estou me referindo ao misógino. Um homem cuja sexualidade não tem nada de gay. Um homem que sexualmente se sente atraído pela fêmea, mas está sempre em conflito, pois considera a mulher um ser menor, um ser abjeto que pode ser usado e abusado.

  • IDEOLOGIA! Eu quero uma para MORRER!

    Ideologia

    Em momentos de tensões políticas, como o Brasil está vivendo agora, as consequências da alienação se tornam muito mais visíveis. Há tempos não ouvia tanto as palavras esquerda e direita. Gente que nunca estudou história sai gritando e apontando o dedo acusando o outro de ser esquerdista ou direitista. O Brasil entrou na era do confronto ideológico, arrastando para a guerra gente que nem sabe, de fato, o que significa ser de esquerda ou de direita.

  • Idiossincrasia

    Idiossincrasia

    Os gregos usavam o termo Idiossincrasiapara definir a diferença de temperamento que leva cada indivíduo a reagir de maneira única diante da mesma situação.

    Essa idiossincrasia é nosso maior patrimônio. É inalienável e precisa ser preservada a todo custo. Infelizmente, a maioria de nós não luta o suficiente para proteger bem tão precioso, mas, ao contrário, na ânsia de ser aceito pelo grupo, preferimos empurrar sentimentos e desejos para um canto escuro.

  • JK - O menino que gostava de bolinho

    O menino que gostava de bolinho

    Era uma vez um menino que gostava de bolinho.
    Até ai não há novidade porque todo menino gosta de bolinho.
    Alguém conhece algum menino que não gosta de bolinho?

  • Lobo em pele de cordeiro

    Lobo em pele de Cordeiro

    O homem é um animal político. Um ser que só realiza sua natureza em contato com o grupo. Ou seja, é um ser gregário que precisa do outro para se formatar como pessoa.

    Diante desta realidade que marca a natureza humana fica difícil aceitar pessoas que dizem não gostar de política.

  • O Esnobe


    Esnobe
    Clique para ampliar

    Você sabe o que é um esnobe?

    Esnobe é aquele que julga o outro pela aparência e comete o equivoco de acreditar que a classe social de um indivíduo é que determina seu caráter e seu valor como ser humano.

  • O inferno nem sempre são os outros

    Jean Paul Sartre, filósofo francês morto em 1980 e tido como pai do existencialismo, escreveu uma frase que até hoje é repetida por muitos: “O inferno são os outros”.

    Em uma sociedade como a nossa onde a egolatria impera, tornou-se comum apontar o outro como o grande responsável por tudo o que existe de errado no mundo.

  • O Sentido Trágico da Vida

    O Sentido Trágico da Vida

    Acordo para a morte.
    Barbeio-me, visto-me, calço-me. (...)
    Tudo funciona como sempre.
    Um dia inteiro se desata à minha frente. (...)
    Visito o banco. (...) Passo nos escritórios. (...)
    Tenho pressa. Compro um jornal. Comprometo-me ao extremo, combino encontros
    a que nunca irei, pronuncio palavras vãs,
    minto dizendo: até amanhã. Pois não haverá.
    (Carlos Drummond de Andrade
    – MORTE NO AVIÃO)

  • O Vampiro nosso de cada dia

    Vampiro Dante
    Clique para ampliar

    Os vampiros estão na moda. No cinema, na TV e na literatura eles são aqueles seres pálidos e infelizes que para continuar existindo precisam usar os dois caninos proeminentes para sugar o sangue de suas vítimas. Mas os vampiros não estão só no cinema.

  • O verdadeiro sentido da amizade


    Amizade
    Clique para ampliar

    Hoje eu quero falar de amizade, palavra que vem do latim amicus e é derivada do termo amore. Eu, particularmente acho impossível separar uma coisa da outra.
    Hoje em dia, com o advento da internet e o crescimento das redes sociais, a palavra amigo ganhou outra conotação.
    Sempre que ouço alguém afirmando que tem centenas de amigos noFacebookou em outra rede social, questiono se a pessoa sabe, realmente, o sentido da palavra. Creio que não, pois se soubesse com certeza não classificaria como amigos pessoas que adicionamos ou bloqueamos segundo os nossos interesses.