5.0

Comportamento

Uma informação só vale se for confiável

Informação Confiável

Analisar o caminho que a informação percorre para chegar até nós pode ser de grande valia para entender algumas das nossas dificuldades de comunicação.
Desde que nascemos, somos bombardeados com todo tipo de informações, que são assimiladas e passam a reger nosso comportamento. Isso acontece porque julgamos nossas informações verdadeiras e consideramos que chegaram a nós por intermédio de fontes confiáveis.

Assim, construímos nossa personalidade com base nas "verdades" em que acreditamos, que, de certo ponto de vista, nada mais são do que aquelas informações que incorporamos como verdadeiras. Entretanto, acontece que podemos estar redondamente enganados. Veja, por exemplo, o que acontece nessa história:

"Conta-se que uma jovem recém-casada pediu à mãe uma tradicional receita de peixe assado transmitida às mulheres da família há gerações. O detalhe dessa receita é que o peixe era sempre assado sem a cabeça. Depois de ter testado e aprovado sua versão do saboroso prato, a jovem, intrigada, decidiu perguntar à mãe qual o verdadeiro mistério de se tirar a cabeça do peixe. Sem saber realmente a resposta, a mãe, que nunca se preocupara com isso, decidiu ir junto com a filha consultar a avó. Esperando receber um revelador segredo de família, ouviram a desconcertante resposta: "Nenhum. Minha assadeira é muito pequena e preciso cortar a cabeça para que o peixe possa caber nela".

Agora pense um pouco mais nestas questões:

  1. De onde vieram suas informações sobre como agir diante de um homem?
  2. Elas são confiáveis?
  3. Vieram de alguém que vive no mesmo mundo e época que você?

É provável que você tenha acabado de descobrir que as suas respostas a estas perguntas simples não lhe agradaram nem um pouco e que tenha acabado de perceber que muros foram erguidos em torno da sua liberdade individual.

As informações que recebemos orientam nossa conduta.

Não se preocupe. Isso já era de se esperar e, na verdade, esta é a grande razão pela qual resolvi escrever este livro.

Prometi a mim mesmo passar às mulheres algo que fosse realmente verdadeiro a respeito do comportamento dos homens de hoje, sem açucarar nada, com o máximo de fidelidade.

Você pode dar início ao seu processo de conscientização deixando de agir como uma cobaia de laboratório, que não tem a quem recorrer e nada pode fazer a respeito do que lhe impuseram na vida.

Pare de gastar dinheiro com charlatões, benzedeiras e cartomantes, tentando descobrir o que há de errado com você. Eu posso dizer: você não consegue ser você mesma, portanto, não consegue evoluir.

Ponha-se no lugar do cientista que, ao se deparar com um desafio, estuda muito, testa e retesta quantas vezes forem necessárias e dedica sua vida em prol da busca pela informação verdadeira.

A partir de agora, organize-se para seguir alguns passos essenciais:

  • Analise as suas informações anteriores, descartando as falsas das verdadeiras.
  • Inicie sua própria pesquisa de campo de forma consciente e meticulosa.
  • Questione tudo o que lhe disseram sobre sexo e relacionamentos a dois.
  • Abra-se para uma postura mais realista a fim de conquistar o homem que deseja.
  • Prepare-se para conhecer os homens como eles realmente são.

Eduardo Nunes


Professional Coach

Eduardo Nunes é Coach Professional and Life Coaching, certificado pela SLAC - Sociedade Latino Americana de Coach, reconhecido pela ICI – International Association of Coaching Institutes e consultor de marketing pessoal feminino, especializado na visão do homem.

Escreveu:

"Sedução - uma estrada de mão dupla"
(Tudo que uma mulher moderna deveria saber e que nós homens já deveríamos ter dito)

"Seduzir - Onde tudo começa"
(Amor, Família, Negócios e Sexo)

"O Segredo das Mulheres Apaixonantes"
(Dicas para seduzir o homem certo ou lidar com os homens errados)

Contato: 4323.0596 ou 4323.0617 - Para agendamento de atendimento, coaching ou cursos.
Site: seduzir.com.br  |  E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  |  Facebook: http://www.facebook.com/eduardonunes007