5.0

Moda

O Segredo dos Espartilhos, Cintas e Modeladores

Segredo dos Espartilhos

Quase todas as mulheres encontram defeitos em seu corpo quando vestem uma saia justinha, um vestido de festa ou uma roupa mais colada e sentem-se incomodadas com essas imperfeições como celulite, culote, barriguinha e pneuzinhos. O fato é que não podemos nos ausentar de nossa vida social por conta disso e temos que apelar para a ajuda de modeladores, cintas e espartilhos para deixar tudo no lugar certo. Mas, o que muitas mulheres não sabe, é que cada item tem uma função recomendada, e é isso que farei nesse post: explicarei a função de cada um.

ESPARTILHOS

 Os espartilhos ou Corsets foram criados por volta do século XVI e tinham como objetivo manter a postura e dar suporte aos seios. Por volta do século XIX, com o uso de barbatanas e ilhoses, a atenção foi voltada para a cintura, com o intuito de deixá-las minúsculas.

Espartilhos
Foto: Internet 

No século XX, a peça ficou um pouco de lado devido à criação do sutiã. Depois ele voltou ao uso com as Pin-ups na década de 40 e, no início dos anos 80, tornou-se acessório de fetiche.

Espartilhos
Foto: Internet 

São construídos com tecidos resistentes, em várias camadas, amarrados nas costas e com barbatanas verticais rígidas, normalmente de aço ou alumínio. As peças são divididas em duas linhas principais: a de uso diário, usado para afinar a cintura através da compressão das costelas e a Fashion, ideal para festas, que foca na beleza da peça e na riqueza de detalhes.

Espartilhos
Foto: Internet 

Como os Corsets são peças caras, existe a variação da peça em forma de Corselets, que são bem mais baratos, porém a diferença está nos materiais usados em sua fabricação. Possui barbatanas, porém estas são de plástico ou silicone, por essa razão ele aperta a cintura mas não reduz medidas como os Corsets.

Espartilhos
Foto: Internet 

O corpete é a variação mais simplificada dos corsets e é a peça mais simples entre todas. Raramente possui barbatanas, e quando tem são poucas e de plástico. Alguns são parecidos com blusinhas, outros são vendidos como peça de lingerie.

Espartilhos
Foto: Internet 

CINTAS E MODELADORES

Por existirem contraindicações no uso de espartilhos e corsets devido à forte pressão exercida no abdômen, as cintas e modeladores, desde que não muito apertados, são mais recomendados para uso, uma vez que auxiliam a modelar o corpo, queimar gorduras localizadas (com uso combinado de gel redutor) e corrigir a postura de forma menos forçada.

As cintas são muito usadas após procedimentos cirúrgicos, partos ou para esconder a barriguinha reduzindo medidas para deixar o corpo bem delineado. As cintas modeladoras de cintura alta ajudam a levantar os seios, além de melhorar a postura corporal e dar aos vestidos justos, blusas e mini saias um caimento perfeito.

Espartilhos
Foto: Internet 

Existem muitas marcas como a De Millus, Lupo, Du Loren, e outras que trazem modelos emborrachados ou com tensor que permitem a você reduzir medidas na hora do desespero. Eu, particularmente, gosto muito das cintas de região abdominal da Sbelt.

Espartilhos
Foto: Internet 

Existem várias opções de modeladores no mercado que atendem a todas as necessidades da mulher no que diz respeito a redução imediata de medidas e podem ser encontradas a partir de R$19,90. Por exemplo, o modelo macacão é super indicado para uso com vestidos longos, suavizando as imperfeições de celulites e reduzindo as medidas do quadril, coxa e barriguinha, sem falar no "up" que dá no bumbum, além de firmar os seios grandes. Se você não tem muito busto o indicado é usar um sutiã separado da cinta para não ter o efeito de seios achatados pelo modelador.

Espartilhos
Foto: Internet 

Como não se pode usar cinta todo dia, uma opção diária para compressão abdominal são as calcinhas modeladoras (se você tiver culote avantajado, o ideal é que o modelo abranja a região para não ficar fazendo uma divisão na região do elástico). Se for usar com calça, opte pelas fio dental ou as tipo legging para não marcar na calça.

Espartilhos
Foto: Internet 

Para finalizar, o mais importante é nunca comprar um tamanho menor do que seu manequim exige, pois em vez de dar o efeito que você espera, pode marcar, machucar, dificultar a respiração e gerar desconforto. Bom, espero que tenham gostado!

Talita Lima


 

Personal Stylist, Maquiadora, Atriz e Repórter


Talita LimaFormada Personal Stylist pela Escola Panamericana de Arte e Design de São Paulo, Blogueira, Maquiadora Profissional, Colunista de Moda e Beleza, Atriz e Repórter.

 Contato: (11) 96324.6055 [claro] | (11) 97483.6864 [vivo]  |  E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  |  Blog: www.talitalimastylist.com  |  Facebook: Talita Lima